O homem que chorava

Uma lição de vida revelada no Caminho de Santiago da Compostela

Mademoiselle Zaira

Versão impressa, disponível para venda direto pelo site. R$ 29,00

 

COMPRAR
Natureza Clandestina

O primeiro livro do autor foi publicado em Cascavel em 1987.

Digital Mademoiselle Zaira

Capa do livro Mademoiselle Zaira em versão digital

Apenas R$ 4,90 (promoção)

COMPRAR

POSTs

5 coisas para fazer neste início de 2017


     Então é Natal, e o que você fez?

     O ano termina e nasce outra vez... a bela canção natalina de Simone, que eternizou uma mensagem significativa para ser mais humano é muito verdadeira, mas não basta. E agora? Mais um ano virando a página de nossas vidas no capítulo de 2016 vamos comemorar e boa? Se você for como eu, que deixa para a última semana para fazer a lista de promessas e desejos para o ano vindouro, vamos conversar um pouco porque resolvi mudar.

     É isso aí mesmo, eu já mudei minhas atitudes e confesso que não foi nada fácil, mas gostaria de dividir com você algumas coisas ou dicas, digamos assim, com reflexões para não cometer os mesmos erros de todo tradicional fim de ano: se iludir com vagas e falsas promessas e se embebedar de sonhos mirabolantes entre uma taça e outra de champagne na esperança de que tudo se resolva, na semana seguinte de janeiro, pelo simples fato da troca de calendário. Vamos lá?

https://www.youtube.com/watch?v=XI6QElWbTDg

     Eu costumava fazer uma lista com pelo menos 20 a 30 itens para realizar no ano novo, mas acontece que nos acostumamos a colocar coisas difíceis ou nem pensamos em como é possível realizar tais desejos. O que fiz, foi analisar várias situações e cheguei a uma conclusão mais simples e produtiva depois ver um vídeo do psicoterapeuta Leo Fraiman: http://leofraiman.com.br/

  1. PAREI: é preciso dar um tempo e deixar esse mundo louco e desenfreado seguir sozinho. Não vou ficar na inércia dessa velocidade desmedida sem direção e sem sentido. Parei para pensar de forma sensata e não com a razão cronológica que nos consome diariamente sem objetivos claros. Fiquei pensando, primeiro, em como perdi tanto tempo desejando coisas que no fundo nem queria e sempre ficava num passado cada vez mais distante. Pensei no tempo perdido por conta de muitas atitudes mecânicas e na ansiedade com o futuro (outro tempo inexistente) então, comecei a me concentrar nesse tempo que realmente importa, para eu poder viver bem e melhor: o tempo psicológico. A vida é o agora e esse é o tempo que devemos cronometrar diariamente com novas atitudes, hábitos e sabedoria. Joguei fora, literalmente o relógio que me consumia e percebi as pérolas da vida em seus infinitos segundos. Dei um tempo certo e pude então olhar com serenidade cada objeto de minha casa.  Até ao lavar meu rosto parei para sentir o perfume do sabonete, a água refrescante sonorizando uma poesia nunca antes imaginada. Comecei a me tocar e sentir a delicadeza das minhas mãos como magia e luz. Abri a janela e vi uma cidade colorida, um céu celeste, totalmente grávido de nuvens rasgadas e sem pressa. Vi carros e pessoas, prédios e praças, uns em movimentos e outros em estado de latência. Pude lançar meu olhar para além da linha do horizonte e senti a poesia dissipar ao vento. Parei e comecei a viver o meu presente.

 

  1. LIMPEI: parece mesmo um clichê certo? Mas fazer uma limpeza geral, desde a casa, o escritório, o carro e claro na vida, é necessário. Aproveitando o tempo que me dei, não precisou muito para limpar algumas gavetas, armários e jogar fora o que não usava mais, sem desapego e sem receio. Afinal, o que já nem me servia direito e nem ligava tanto por usar, poderia ser muito útil para uma outra pessoa. Além disso, tem as energias que precisamos renovar, pois durante um ano, vamos acumulando muita coisa negativa no caminho, portanto, a ‘faxina’ serve para isso também. Casa, as gavetas do escritório, o carro que estava sempre sujo e fui limpando alguns pensamentos, algumas convicções que já não eram mais verdadeiras para mim. Literalmente, lavei minha alma, depois de um banho bem diferente e demorado, e de ir tirando, raspando até o fundo do peito, aquelas mágoas, rancores e dissabores ao longo do ano. É preciso iniciar outra etapa totalmente renovado, limpo, aberto e pronto para assimilar o diferente, o novo, a modernidade, enfim, evoluir. Me limpei dos pés à cabeça, sem medo de me sujar depois com outras coisas e atitudes que jamais imaginei experimentar. Me abri feito uma andorinha pretenciosa querendo fazer um verão. Exorcizei fantasmas e feridas de outrora e de hoje, para seguir uma nova jornada, livre leve e solto, pronto para voar o mais alto que eu puder.

 

https://www.youtube.com/watch?v=WSlohdNOy94

 

  1. ABRACEI: outra música fantástica que diz uma verdade é da banda Jota Quest “ Dentro de um abraço”, então quis abraçar meus amigos, familiares e pessoas diferentes na última semana do ano para desejar bons fluidos no ano vindouro. Porém, lembrei que só tinha três amigos: os três moram em cidades distintas e eu também, portanto, só pude enviar um WhatsApp cheio de dengo e felicidades com os votos sinceros de muita harmonia, paz e felicidade. Mas, prometi que faria novos amigos em 2017, poucos provavelmente, mas verdadeiros como os três que me acompanham por mais de 20 a 30 anos, além é claro de uma amiga/irmã de infância. Tenho meus defeitos e as vezes, eu os deixo de lado por meus projetos ou pelos familiares, mas sei que eles sempre estarão comigo, nunca me julgaram e jamais me abandonarão. Eles sabem quem são: um de Cafelândia, um de São Paulo e outro de Curitiba e ela de Cascavel, assim como eu. Mandei um abraço a eles e um beijo no coração, pois sei que isso aquece a alma de todos. Abracei os familiares como sempre, embora faltou minha linda e maravilhosa princesa: minha filha que está de férias, mas sei que ela tem o pai no mesmo patamar que eu a tenho, e busca fazer o melhor possível para dissipar esse amor incondicional pelo mundo afora. Nossa saudade é eterna, o resto é amor. Abracei e os que ainda não pude abraçar, vou fazer pessoalmente à medida que eu os encontre por aí, na vida real ou mesmo pelas redes, por e-mail, pelo celular, por telepatia, por um sinal de fumaça. Enfim, que o melhor lugar do mundo seja num abraço carinhoso e sereno, cheio de luz, paz e serenidade para aconchegar qualquer tristeza ou males nesses últimos dias do ano. Abrace de forma demorada, de forma verdadeira, de forma carinhosa e de coração aberto para pulverizar o amor e a paz em nossa sociedade tão carente das coisas simples da vida. Exercite o abraço porque realmente é o melhor lugar do mundo, que conecta, transforma e transborda de energia e luz os novos caminhos.

https://www.youtube.com/watch?v=B4lbIZtHhqA      um agradecimento sob outro ponto de vista...simples e puro como uma criança.

  1. AGRADECI: bem ou mal, com crise ou sem, cheguei a mais um fim de ano, sobrevivente, com saúde e tranquilo, portanto, nada mais justo do que agradecer a Deus, da forma que eu sempre o concebi, nas minhas orações diárias e pensamentos. Agradecer por ter um órgão do corpo saudável, por ter a possibilidade de enxergar a cada dia, ouvir lindas canções, poder caminhar em qualquer direção. Temos que agradecer sempre, ao invés de ficar pedindo mais e mais. Ao agradecer percebemos que o lado bom da coisa é uma consequência divina que nos guia para muito mais do que poderia, sequer, imaginar. Aprendi a agradecer pelas coisas significativas que me aconteceram seja no passado, lá na infância, seja no presente, neste último ano. Quantas bênçãos recebemos ao longo da vida e não nos damos conta. Pare para vislumbrar um pôr do sol, estar num lugar legal, maravilhoso e não saber apreciar a beleza das coisas, da natureza, da vida... agradeça sempre. Aprendi a agradecer pelo café da manhã que tomo, pela cama limpa a noite, pelo banho quente, pela luz que brilha em meu caminho a cada dia e só pude perceber agora. Em tempo, também quero agradecer pela sua paciência em estar comigo, por ser da minha família, por ser meu amigo, minha amiga, por ser meu parceiro no trabalho, nos projetos, nos meus sonhos. Obrigado, pois espero que eu possa retribuir muito mais ano que vem e apenas agradecer pelo ar que respiro, sempre vivo...

 

https://www.youtube.com/watch?v=2cfvBNnL0o4

  1. A LISTA: algumas tradições não mudam, mas não quero me contradizer sobre o que falei no início. A minha lista deste ano está diferente: bem mais curta, simples e atingível. Sim, tem o regime. É que este ano relaxei muito e além de buscar novamente a saúde física, pretendo realizar uma empreitada maravilhosa como já fiz em 2007: fiz os 800 quilômetros do Caminho de Santiago da Compostela na Espanha. Porém, esse projeto é segredo, será para junho e a jornada começa agora. Minha lista tem amigos novos, família, sonhos e projetos. Uma lista fácil e rápida de fazer, desde que se tenha consciência do que realmente importa e faz diferença em nossa vida. Descobrir nossa vocação e nossa missão aqui é o mais importante para manter uma lista sempre atualizada e condizente com nossa verdade de alma. Mas, caso queira, parafraseando outro cantor, Osvaldo Montenegro, que tem uma música divina sobre isso: A lista, vale ouvir e comparar o que se fez, o que se pretende e como é possível chegar a algum lugar que faça sentido em nossos corações, e não nos padrões da sociedade moderna. Ser feliz e fazer o que se gosta leva tempo para aprender e depende de uma lista certa, aquela que se encaixa com a sua verdade, a sua convicção, sua espiritualidade. A minha lista, dessa vez, tem apenas cinco itens e me sinto confiante para realizar todos eles, sem pressa e sem medo. Portanto, ouça Osvaldo e faça a sua lista de acordo com a sua história, afinal, quem você quer agradar em primeiro lugar? Não precisa ser egoísta, mas tenha autoestima e confiança, pois antes de mais nada, é preciso gostar de si mesmo e buscar satisfazer as suas necessidades, depois sim, é possível somar com os outros suas experiências, conquistas e realizações. Mas faça uma lista possível e nem pense em querer ganhar na Megasena, pois você já é um felizardo e talvez nem saiba disso.

 

https://www.youtube.com/watch?v=M0v69LdvZKE&list=RDM0v69LdvZKE

     Agora, só uma última coisa. Deseje o que desejar, faça o que fizer, sonhe o que sonhar, tenha sempre em mente de que tudo que você decidir e fizer com amor, bem lá no fundo do seu coração, tenha certeza, o mundo vai conspirar a seu favor. E se você nunca leu ou experimentou uma poesia, sugiro dar uma passada e ler o mais lindo texto de todos os tempos, que serve como um tratado de vida: Desiderata de Max Earhmann. Afinal, você é filho do universo e merece estar aqui, evolua e seja feliz, com muito amor e paixão naquilo se faz.

Feliz Ano Novo!

Mario Vicente

 

Conteúdo exclusivo

Assine nossa newsletter

X